Desejando boa noite em plena luz do dia

Sol se põe depois das 21h no verão em Londres

Eu não canso de dizer o quanto adoro ter dias longos tanto na primavera quanto no verão em Londres, bem diferente daquela escuridão do outono e do inverno. Tem amanhecido logo depois das 5h e anoitecido pouco antes das 21h nesta época do ano.

No auge do verão londrino, o sol nasce precisamente às 04h43 e se põe às 21h21, de acordo com estimativas. É ótimo sair do trabalho no final da tarde e ainda ter horas de sol pela frente.

Eu só acho estranho colocar a Sofia na cama e desejar boa noite em plena luz do dia. Quando ela era bebezinha, ela costumava ir dormir lá pelas 19h e agora ela geralmente vai entre 20h e 20h30, às vezes um pouco mais tarde.

Quando o tempo está nublado até que não fica tão evidente o fato de que ainda é dia, mas quando tem sol às vezes ela me avisa que ainda não está escuro. Nos dois verões anteriores, não tivemos grandes problemas com isso. Apesar de tentar manter o quarto o mais escuro possível, nós não precisamos mudar a rotina em função da claridade.

Este ano, ela custou a pegar no sono algumas vezes e acordou mais cedo do que de costume alguns dias. Nós achamos que deve ser por causa da luz e por isso queremos reforçar ou então mesmo trocar as cortinas do quarto dela.

Vi que tem várias opções de cortinas blackout na internet. Vocês têm alguma sugestão?

Produtos para bebês e crianças inéditos para mim até pouco tempo

Adicionei novos produtos para bebês e crianças que até pouco tempo eu não sabia que existiam à minha lista original. Todas as novidades foram escolhidas e testadas de maneira independente, sem fins comerciais.

Brinquedo que faz o bebê parar de chorar

O Tomy Baby Sshh realmente faz o bebê parar de chorar. Quando eu li sobre ele na internet não levei muita fé e mesmo assim resolvi dar uma chance. Ele toca dois tipos de melodias com ritmos variados que fazem o bebê se distrair. Tem toda uma ciência por trás disso.

Pode ser que o bebê volte a chorar depois que a música acaba, é claro, mas funcionou bem com a Sofia e com as filhas de duas amigas pra quem nós demos o bonequinho. Que fique claro: eu acho importante que os bebês chorem, é uma maneira que eles têm de se comunicar, mas achei útil ter um brinquedo que ajudasse a fazer a Sofia se acalmar rapidamente em algumas ocasiões.

Saquinho de dormir

O saquinho de dormir substitui o cobertor e garante que a criança passe a noite quentinha, mesmo que se mexa bastante. Geralmente fecha com zíper lateral e botões nos ombros, como o da foto. A Sofia já teve de vários tamanhos e espessuras e até hoje usa quando faz frio.

Cadeirinha Bumbo

A cadeirinha Bumbo pode ser usada a partir dos quatro meses de idade. Ela oferece suporte para que o bebê consiga ficar sentado sozinho.

Cadeirinha pula-pula para bebê

O pula-pula é ótimo para poupar os braços dos pais quando o bebê tá na fissura de pular. Dá para fixá-lo em qualquer porta e ele não ocupa muito espaço quando guardado.

Porta-brinquedos

Encontrei vários móveis e acessórios para armazenar brinquedos que até então eu não conhecia, mas este da Ikea é meu preferido. Ocupa pouco espaço, é barato e comporta bastante coisas. Se for colocar brinquedos pesados, certifique-se de que esteja bem preso ao teto.

Protetor para colchão à prova d’água

O protetor à prova d’água é fininho, vai debaixo do lençol, e mantém o colchão, seja do berço ou da caminha, sequinho.

Cadeirinha de banho para bebê

Eu já tinha ouvido falar das redinhas, mas nunca tinha visto as cadeirinhas para banho. Usamos bastante quando a Sofia era bebê. Achei o produto prático e higiênico. Os contornos da cadeirinha, que vai dentro da banheira, dão suporte ao bebê e permitem que o adulto fique com uma das mãos livres.

Veja aqui uma lista de novidades pra mim na área da alimentação, desde comidas até babadores

Leia também: Brinquedos: O que vale a pena comprar?

Dia das Mães inglês

Feliz Dia das Mães! Desejo a vocês muitas noites tranquilas.

Beijos,

Cecília

Veja também: Dia das Mães na Inglaterra

Produtos para bebês e crianças inéditos para mim até pouco tempo – parte 1

Eu brinquei muito de bonecas quando era pequena, mas na vida adulta tive pouco contato com bebês e crianças. Quando engravidei da Sofia, descobri que o mercado infantil é bem maior do que eu imaginava.

Reuni aqui alguns dos produtos que até pouco tempo eu não sabia que existiam. Todos os eles foram escolhidos e testados de maneira independente, sem fins comerciais.

Brinquedo que faz o bebê parar de chorar

O Tomy Baby Sshh realmente faz o bebê parar de chorar. Quando eu li sobre ele na internet não levei muita fé e mesmo assim resolvi dar uma chance. Ele toca dois tipos de melodias com ritmos variados que fazem o bebê se distrair. Tem toda uma ciência por trás disso.

Pode ser que o bebê volte a chorar depois que a música acaba, é claro, mas funcionou bem com a Sofia e com as filhas de duas amigas pra quem nós demos o bonequinho. Que fique claro: eu acho importante que os bebês chorem, é uma maneira que eles têm de se comunicar, mas achei útil ter um brinquedo que ajudasse a fazer a Sofia se acalmar rapidamente em algumas ocasiões.

Saquinho de dormir

O saquinho de dormir substitui o cobertor e garante que a criança passe a noite quentinha, mesmo que se mexa bastante. Geralmente fecha com zíper lateral e botões nos ombros, como o da foto. A Sofia já teve de vários tamanhos e espessuras e até hoje usa quando faz frio.

Cadeirinha Bumbo

A cadeirinha Bumbo pode ser usada a partir dos quatro meses de idade. Ela oferece suporte para que o bebê consiga ficar sentado sozinho.

Cadeirinha pula-pula para bebê

O pula-pula é ótimo para poupar os braços dos pais quando o bebê tá na fissura de pular. Dá para fixá-lo em qualquer porta e ele não ocupa muito espaço quando guardado.

Porta-brinquedos

Encontrei vários móveis e acessórios para armazenar brinquedos que até então eu não conhecia, mas este da Ikea é meu preferido. Ocupa pouco espaço, é barato e comporta bastante coisas. Se for colocar brinquedos pesados, certifique-se de que esteja bem preso ao teto.

Veja aqui uma lista de novidades pra mim na área da alimentação, desde comidas até babadores.

Mães sofrem de insônia por causa do trabalho

Metade das mães perdem o sono porque estão preocupadas com suas carreiras. Um estudo envolvendo 1.500 mulheres concluiu que elas têm insônia por medo de não conseguir achar um equilíbrio entre a vida familiar e suas carreiras.

Uma em 10 disse que começou a se preocupar com o retorno ao trabalho ainda durante a gravidez. Os dados foram divulgados recentemente pela agência britânica Press Association.

Antes de me tornar mãe eu não acreditava que essas questões realmente afligissem mulheres na Europa ou nos Estados Unidos. Infelizmente, isso acontece em praticamente todo o mundo. Suporte econômico e governamental – quando disponíveis – ajudam, mas não garantem que a mulher consiga manter o mesmo pique na carreira e ser uma super mãe ao mesmo tempo.

Antes da crise econômica na Europa, cerca de 30.000 mulheres por ano perdiam seus empregos por causa de discriminação quanto à gravidez no Reino Unido, e a situação hoje em dia é ainda pior, segundo matéria no Guardian. Não quero me extender muito, não vou entrar na questão de diferença salarial entre homens e mulheres. De modo geral, digo que estamos em desvantagem por aqui também.

Eu não perco o sono por causa da minha carreira, mas já pensei muito sobre o equilíbrio entre minha vida pessoal e profissional. Nesse momento essa questão pra mim é como cobertor curto, um lado fica de fora. E pra vocês, como é?

No post de amanhã eu falo sobre licença maternidade, pais com direito a trabalhar em horários flexíveis e mães em tempo integral que retornam ao mercado de trabalho.