A casa nova

Esta é a vista do nosso novo apartamento. Nevou no sábado à noite e na madrugada de domingo. Por causa das baixas temperaturas a neve se conservou.

A mudança foi cansativa, mas mais fácil do que eu antecipava. Tentei relaxar o máximo que pude – é claro que também rolou um pouco estresse – e começamos a desencaixotar só o necessário.

Desde quinta-feira, quando nos mudamos, já conseguimos fazer bastante coisa. Continua tudo meio bagunçado, tem muita coisa pra colocar no lugar e não vejo a hora de ver essa função toda acabar.

Já faz dias que meu guarda-roupa tá bem limitado. Ainda não sei ao certo onde estão meus brincos, minhas tocas de inverno. A vantagem é que não demoro nada pra escolher o que vestir de manhã.

A Sofia se saiu super bem, encarou o processo todo como uma grande aventura. Ela já se acostumou com o novo ambiente e adorou o quarto dela. É impressionante a capacidade de adaptação das crianças, né?

A grande novidade é que agora ela não dorme mais no berço, já tem a cama dela. Eu tinha receio de fazer essa mudança. Atrasei o quanto pude achando que ela iria querer sair, que iria se recusar a dormir, mas acho que ela já estava pronta pro novo estágio.

A Sofia tá dormindo normalmente, continua na rotina dela mesmo com tantas coisas diferentes. Espero que continue assim!

Leia também: Novo endereço

Anúncios

Quase Natal

A Sofia andou meio gripada recentemente e agora eu e o Rodrigo é que não estamos muito bem. Acho que é a primeira vez que nós dois ficamos indispostos ao mesmo tempo. Não tem sido muito fácil, mas sei que logo vai passar.

Já que falta tão pouco pro Natal, aqui vai um trecho do clássico para crianças The snowman, ou O boneco de neve. O livro do autor inglês Raymond Briggs, publicado em 1978, originou um filme de animação em 1982.

Ar fresco (ou gelado)

Hampstead Heath na primavera

Eu admiro aqueles que conseguem passar um dia inteiro sem botar os pés na rua. Sempre fui meio inquieta e poucas vezes consegui ficar em casa por mais de 24 horas.

Agora então com a Sofia isso é impossível. Como quase todas as crianças, ela adora sair, faça chuva, faça sol ou faça neve. E eu acredito no “poder” do ar fresco.

Nada como dar uma espairecida pra organizar os pensamentos, quebrar o tédio ou acalmar os ânimos. Acho que isso vale pros pequenos e pros grandes. Sendo assim, pracinhas e parques são um dos nossos destinos favoritos aqui em Londres.

O lugar mais especial pra mim é Hampstead Heath, um parque enorme, de 320 hectares, cheio de trilhas, árvores centenárias, lagos e vastos gramados, perfeito para piqueniques quando o tempo permite. Ele fica no noroeste de Londres, a seis quilômetros do centro. Algumas cenas do filme Um Lugar Chamado Notting Hill foram filmadas no cenário acima.

O mesmo parque com o lago congelado