Técnica de distração

Sair de casa com pressa quando a Sofia está junto é difícil pra mim. Tento aprontar tudo com antecedência pra minimizar qualquer estresse, mas muitas vezes não funciona. Acho que acabo passando minha ansiedade pra ela.

Todo mundo sabe que sair de casa com criança é sempre mais demorado, mesmo quando tudo flui bem. Quando tem birra então, nem se fala.

Na casa onde moramos tem escadas e quando estou com pressa pego tudo que precisamos levar e já desço com a Sofia no colo pra evitar muitas voltas.

Nessa época do ano, chegando na porta de entrada, ainda tem toda a preparação pra sair no frio: casaco, luvas, cachecol e toca. Quando a Sofia sente que quero fazer tudo rápido ela geralmente não aceita bem toda essa operação.

Semana passada ela não queria colocar os sapatos e subiu as escadas de volta. Respirei fundo, acho que consegui me recompor, e fui encontrá-la com uma nova atitude – claro, por que não pensei nisso antes?

Falei pra ela que não tava certo ela fazer isso, que era importante ela colaborar para que conseguíssemos sair rápido, mas logo mudei de assunto. Conversamos sobre a boneca que estávamos levando pra passear, começamos a cantar e paramos de prestar atenção no que estávamos fazendo.

Essa não foi a primeira nem vai ser a última vez que opto pela distração em vez do confronto. Acho que a tática não vale para situações extremas, quando por exemplo a criança agride alguém, mas pode ser uma mão na roda para desafios rotineiros. Há quem diga que é tapar o sol com a peneira ou fugir dos problemas, mas em vez de ficar três mil vezes pedindo e explicando porque não dá para mexer em tal coisa, eu prefiro mudar de assunto.

Leia também: Lavar cabeça de criança sem choro?

Anúncios

5 respostas em “Técnica de distração

  1. Não acho que é tapar o sol com a peneira porque como o meu do meio tenho de utilizar desse artifício para não começar um confronto desnecessário, como você disse se aplica a coisas que não tem necessidade de brigas, e sim para agilizar o processo, eu levo no mínimo 1 hora para arrumar todos para sair, e geralmente o Bj empaca com o sapato, ou a roupa , o como arrumei o cabelo, se for para discutir fico louca né?
    Uma bjk
    ps: por aqui tá um calor de rachar.

    • Oi Cynthia,

      Sair com três não é pra qualquer um, hein? Preciso de dicas tuas. Foi uma história sair de casa ontem com a Sofia!

      Beijos,
      Cecília

      • A técnica de cantar ajuda muitíssimo!
        Seguir a rotina (principalmente a matinal) é às vezes um suplício! Ainda mais que está na fase em que só quer vestir vestidos (e no inverno já viu o desafio….).
        Daí sempre dou o comando “cantando”, ela cai na risada e segue colaborando….
        mas enfim, tem dias e DIAS…;)
        Bjs
        Tô contigo nos desafios invernais….
        Pat Guanais

      • Oi Pat,

        Nós ainda não chegamos na fase dos vestidos. Aí sim! :-) Gostei da ideia de passar os comandos cantando. Pelo menos a gente dá risada.

        Continuo tentando distrair a Sofia quando ela não quer colaborar muito, mas às vezes nem isso funciona. Tô tentando começar tudo com ainda mais antecedência pra conseguir driblar qualquer contratempo.

        Beijos,
        Cecília

  2. Pingback: Lavar cabeça de criança sem choro? | Mãe a mil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s